fundo parallax




 

O que é ABA?

 





 

ABA

A análise do comportamento aplicada, mais conhecida como ABA, é uma ciência voltada para a compreensão e aprimoramento do comportamento humano. Ela utiliza os princípios do comportamento que foram descobertos no laboratório e aplica-os sistematicamente para aprimorar o comportamento socialmente relevante. O foco da ABA é descobrir as variáveis ambientais que influenciam o comportamento socialmente significativo e desenvolver procedimentos práticos para resolver muitos dos problemas da humanidade.
 





 

Estudos comprovados

Durante os anos 50, estudos foram realizados usando os métodos da análise experimental do comportamento para determinar se os princípios do comportamento demonstrados no laboratório com não humanos poderiam ser replicados com humanos. As primeiras pesquisas estabeleceram claramente que os princípios do comportamento são aplicáveis ao comportamento humano. A análise experimental do comportamento descobriu inúmeros princípios básicos. As táticas para modificar o comportamento derivadas desses princípios também foram aplicadas no comportamento humano no cenário natural. Apesar da complexidade do repertório humano, o comportamento humano também é selecionado pelas suas consequências e as variáveis que governam o comportamento humano, mesmo sendo extremamente complexas, podem ser decifradas.
 





 

O analista do comportamento aplicado

O analista do comportamento aplicado é capaz de decifrar as variáveis que afetam a aprendizagem de comportamentos novos, saber planejar o ensino, avaliar alternativas e medir a efetividade de procedimentos.
 





 

ABA e o autismo

No âmbito do tratamento do autismo, a análise do comportamento aplicada se destaca dos outros tratamentos devido aos inúmeros estudos que demonstraram ser possível ensinar novas habilidades e diminuir os comportamentos inadequados de pessoas com autismo. Como resultado de pesquisas realizadas desde 1960, a ABA foi reconhecida nos Estados Unidos da América como o tratamento para crianças com autismo. A intervenção comportamental intensiva precoce baseada em ABA, isto é, de 20 a 40 horas semanais por, pelo menos, dois anos com crianças da pré-escola tem levado a tantos ganhos, que, em alguns casos, a diferença entre o comportamento da criança e seus pares não é percebida.
 





 

Como a ABA pode ajudar no ensino?

Uma das características principais da intervenção comportamental é o ensino sistemático e simultâneo de habilidades em diversas áreas do desenvolvimento. Os objetivos do trabalho são claramente definidos assim como a identificação dos procedimentos que serão utilizadas para se atingir a meta final. Para todo o início de tratamento, é necessário fazer uma avaliação do repertório do aprendiz, isto é, identificar o que ele sabe fazer no momento. Além disso, antes de se ensinar uma habilidade complexa, por exemplo, ler, pré-requisitos são ensinados inicialmente. Passo a passo, novos comportamentos são aprendidos até que a meta final é alcançada.