31
jan

Volta às Aulas! Uso de Estratégias Comportamentais para o Sucesso Acadêmico

O retorno às aulas é um momento empolgante para alunos e professores. No entanto, a família e professores de alunos com dificuldades de aprendizagem podem achar esse momento bastante estressante. Começar um novo ano letivo com novos colegas de sala, regras e expectativas pode ser um grande desafio.

Felizmente, existem estratégias de apoio comportamental que podem ajudar a facilitar o caminho para um ano de aprendizagem produtivo e divertido.

Seguem alguns métodos baseados em pesquisa a serem considerados:

• Escolha

Uma das maneiras mais fáceis de ajudar os alunos a ter sucesso na escola é oferecer escolhas! Resultados de pesquisas mostram que os alunos ficam mais envolvidos em tarefas e menos desobedientes quando escolhas de atividades são oferecidas. Dar aos alunos opções de atividades que atinjam o mesmo objetivo de aprendizagem é uma ótima maneira para facilitar o engajamento e o entendimento da tarefa. Os alunos que podem escolher como aprender algo ficam mais entusiasmados com a aprendizagem no geral.

• Momento

Outra ótima maneira de obter complacência em cumprir com as tarefas é usar a estratégia “momento comportamental” (behavioral momentum). Isso envolve pedir ao aluno que faça tarefas que ele provavelmente irá cumprir, antes de pedir para fazer coisas mais difíceis. Por exemplo, um professor pode apresentar uma atividade de colorir para um aluno que gosta de colorir e, em seguida, elogiá-lo por completar essa atividade. A próxima atividade poderia ser algo um pouco mais difícil e menos preferida, como a escrita, mas agora o aluno tem um histórico de reforço para obedecer e, portanto, é mais provável que continue a obedecer.

• Distribuição de Tarefas

Às vezes, estender a aprendizagem de um conceito vários momentos e durante vários dias pode ser útil. Algumas pesquisas mostram que a aprendizagem distribuída, onde os alunos recebem instruções sobre a mesma habilidade por vários dias, é mais eficiente e eficaz do que a aprendizagem massificada, onde os alunos recebem de uma só vez instruções longas de uma habilidade. Para alunos que apresentam dificuldade em uma determinada área, considere dar oportunidades mais curtas e mais frequentes para praticar e aprender um mesmo conceito.

Quando estratégias são pensadas e algumas modificações são feitas, os alunos com dificuldade de aprendizagem podem aprender mais e ficarem mais felizes na escola. O ano letivo pode ser mais divertido e produtivo quando fazemos um planejamento para minimizar os desafios e potencializar a aprendizagem!